UDJAT Ensemble are Sofia Sousa Claro (Composer,Singer, small percussions), Hugo Claro (Composer, Portuguese Guitar; Mandolin, Vocals) and  guest artist Jorge Cunha Machado (Percussions, Overtone Singing)

Ensemble inspired by Mediterranean musical heritage, with a repertoire in which we identify the Iberian and Eastern roots, but also the Jewish heritage. His music, where the voice cohabitates with the Portuguese guitar and percussion, evokes ancestral sounds with a contemporary approach. UDJAT Ensemble released their first album “Udjat” in 2016, and the second “Ameretat” in the year 2017, with the special participation of the percussionist Hugo Tristão.

UDJAT Ensemble performed in stages such as, Olga Cadaval in Sintra, Portugal, and the Iberian Festival Awards2017, in Barcelona, Spain, Islamic Festival of Mértola, MED Festival, Terra(s) de Sefarad, among others.

UDJAT Ensemble é composto por Sofia Sousa Claro (Composição,Voz, pequenas percussões), Hugo Claro (Composição, Guitarra Portuguesa, Bandolim, Vozes) e o artista convidado Jorge Cunha Machado (Percussão, Canto Harmónico).

Ensemble inspirado nas heranças musicais mediterrânicas, com um repertório em que identificamos as raízes ibéricas e orientais, mas também a herança judaica. A sua música, onde a voz coabita com a guitarra portuguesa e a percussão, evoca sonoridades ancestrais com uma abordagem contemporânea.

 

ARTISTS

Sofia Sousa Claro

Sofia Sousa Claro, from Lisbon, a lyrical and world music experimental singer, explores melodies where she finds her own language, inspired on the Myths of Creation, ancient history and ancient religions. Her academic studies in History of Religions is a strong inspiration in her language as a singer. UDJAT is also a result of that connection with the past, and were music takes its place as something sacred.

 

Hugo Claro

Hugo Claro, from Oeiras. Multi-instrumentalist and composer, with a background in Visual Arts and Poetry, embraced the Portuguese guitar developing a unique approach, also inspired in the classical guitar, Flamenco, Berber, Arabic and Medieval Music. A set of influences which are a consequence of his route as a guitarist. UDJAT also influenced the art exhibition “Myths of the Mesopotamia” by Hugo Claro.

 

Jorge Cunha Machado

Jorge Machado, guest artist, from Oeiras. Composer, producer, percussionist and sound artist. Driven by the interest in the intersection between music and other artistic expressions, namely the performing, plastic and visual arts, he soon realized that he wanted to make this interest an academic path and, later, a professional option. Involved, as a musician, in multidisciplinary projects, he composes music for theater, dance, video art, performance and children’s stories, collaborating in parallel, as a percussionist, with various groups, producers and authors.

 

ARTISTAS

Sofia Sousa Claro, natural de Lisboa. Cantora lírica e de world music experimental, explora melodias onde encontra a sua própria linguagem, inspirada nos Mitos de Criação, história antiga e religiões antigas. A sua formação em Ciência das Religiões é uma forte inspiração na sua linguagem como Cantora. UDJAT é também fruto dessa ligação com o passado, valorizando a Música como algo sagrado.

Hugo Claro, natural de Oeiras. Músico multi-instrumentista e compositor, com um percurso nas Artes Plásticas (discípulo de Artur Bual) e Poesia. UDJAT impulsionou a Exposição de Pintura “Mythos da Mesopotâmia” de Hugo Claro, tendo estado patente em vários centros culturais. Abraçou a Guitarra Portuguesa desenvolvendo uma abordagem autodidata, inspirada também na Guitarra Clássica e Flamenca. A sonoridade do Al-Andaluz é uma forte influência, assim como a música Sefardita e Berber. Um conjunto de influências que são uma consequência do seu percurso como Guitarrista. Os seus instrumentos: Guitarra Portuguesa e Bandolim.

Jorge Cunha Machado, artista convidado, natural de oeiras. Compositor, produtor, percussionista e sonoplasta. Impulsionado pelo interesse no cruzamento entre a música e outras expressões artísticas, nomeadamente as artes performativas, plásticas e visuais, cedo percebeu que queria fazer desse interesse percurso académico e, mais tarde, opção profissional. Envolvido, como músico, em projectos multidisciplinares, compõe música para teatro, dança, vídeo-arte, performance e contos infantis, colaborando em paralelo, como percussionista, com vários grupos, produtores e autores.

Guardar

Guardar

Guardar

Guardar

Guardar

Guardar